Av. São Paulo, n° 199 - Teixeira de Freitas/BA - CEP:45990-310

A IMPORTÂNCIA DO CONTROLE INTERNO NA PREVENÇÃO DE FRAUDES E ERROS

maxresdefault

 

Um dos maiores medos dos acionistas, principalmente aqueles que não participam da administração, é que a empresa esteja envolvida com erros e fraudes, o que consequentemente irá refletir no caixa da empresa.

Segundo as normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contábeis (NBCT) 11, o termo fraude refere-se ao ato intencional de omissão ou manipulação de informações, sejam elas informações financeiras, adulterações de documentos, registros e demonstrações contábeis.

Então pensando no que se deve fazer para evitar fraudes e erros, entende-se que a principal ferramenta está nos controles internos, de acordo com Carneiro, 2013, p. 71, os controles internos têm como objetivo assegurar a confiabilidade das informações dos processos administrativos e operacionais, ou seja um forte sistema contábil de controle interno com avaliações periódicas tanto interna como externa, composto por uma estrutura organizacional formalizada e efetiva trabalhando juntamente com os procedimentos adotados pela empresa na proteção de seu patrimônio, promovendo confiança e tempestividade nos registros e demonstrações contábeis.

Conclui-se então que os controles internos são elementos essenciais da governança corporativa, através de métodos utilizados pela empresa para cumprimento das políticas, normas, procedimentos administrativos e operacionais, e terão a eficácia desejada quando houver conscientização da sua utilização e da sua importância.

Postado por Valeria Santos