Av. São Paulo, n° 199 - Teixeira de Freitas/BA - CEP:45990-310

CUSTO DA QUALIDADE

CUSTO DA QUALIDADE

Como conceito, a qualidade é conhecida há muito tempo; porém, somente a partir da década de 80 do século passado, ela surgiu como função de gerência formal. Em sua forma original, sua função era relativa e voltada para a inspeção; atualmente, as atividades relacionadas com a qualidade foram ampliadas e são consideradas essenciais para o sucesso empresarial.

A competitividade tem levado as empresas a reverem suas formas de organização. Empresas multinacionais lançam-se em projetos de racionalização de estrutura em nível mundial. Esse processo é conhecido como produção global ou globalização. Seu principal propósito é buscar o grau máximo de eficiência operacional. Para tanto, analisa-se o desempenho de todas as unidades fabris espalhadas em diversos países, procurando concentrar a produção nas mais eficientes, devendo atender à demanda em níveis globais.

Existem muitas discussões teóricas da relação entre qualidade e custo. Para entender o que vem a ser Custo da Qualidade, deve-se conhecer dois conceitos preliminares: o de custo e o de qualidade. Sabemos que custo representa um sacrifício de recursos. Pode também ser definido como tudo o que é investido para conseguir um produto, um serviço ou uma utilidade.

Como definição de qualidade, há duas interpretações principais: grau de conformidade e adequação ao uso. Sob o ponto de vista da conformidade, a qualidade é alcançada quando um produto se conforma com suas especificações. A adequação ao uso (confiabilidade) é mais orientada para o consumidor, uma vez que requer que o produto atenda à expectativa do cliente.

No sentido amplo, os custos da qualidade se compõem de dois grandes grupos: custos de prevenção e custos de detecção ou avaliação. Os custos de prevenção são os custos nos quais a empresa incorre para evitar o surgimento de defeitos nos produtos ou serviços que estão sendo fabricados ou prestados. Os custos de detecção são aqueles nos quais a empresa incorre para detectar unidades que não atendem às especificações

Podemos, assim, concluir que o custo da qualidade é a aplicação de recursos com o objetivo de dotar o produto ou o serviço que se elabora ou se presta de um caráter distintivo que lhe atribui condições para a plena satisfação do cliente quanto à utilização e ao preço.

Postado por  Marcelo Gomes.