Av. São Paulo, n° 199 - Teixeira de Freitas/BA - CEP:45990-310

Como investir no mercado de ações?

acoes

Atualmente, investir em fontes seguras e rentáveis se tornou um grande desafio para os pequenos e médios investidores. Sendo assim, uma ótima opção de investimento é o mercado de ações, pois nos dias atuais além de poder comprar ações baratas que tendem a forte valorização no longo prazo, existe a possibilidade de receber rendimentos anuais aplicando nas ações que pagam bons dividendos (participações nos lucros) para os acionistas, além de alternativas, como por exemplo, o mercado de derivativos, que associado a uma boa gestão de investimento pode gerar bons retornos sobre o capital investido.

Porém, em razão da atual cultura de investimentos no Brasil, muitas pessoas se contradizem em afirmar que o mercado de ações é um tipo de investimento de alto risco, e que ouviram falar de muitos que já perderam dinheiro na bolsa de valores. Esses comentários existem pelo fato de muitas pessoas resolverem investir sem possuir o devido conhecimento na área, aplicando seu capital por aventura, e por consequência realizando prejuízos que poderiam ser evitados, pois neste mercado o investidor pode ganhar tanto quando as ações estiverem em alta, assim quando estiverem em baixa através de operações que asseguram um ganho com as ações em desvalorização.

Para o investidor com foco no longo prazo, a filosofia de compra de ações é bem parecida com o investimento em imóveis. O investidor utiliza-se de indicadores fundamentalistas para analisar e identificar ações de empresas que estão baratas no mercado, comprando com a perspectiva de valorização, e em consonância, recebendo participações dos lucros trimestralmente ou anualmente, dependendo da cultura de pagamento da empresa.

Já o investidor com foco no curto prazo, conhecido como TRADER, utiliza-se de análise técnica (gráfica) para avaliar quais são as oportunidades do momento existentes no mercado para que possa comprar ações que se espere uma taxa de rentabilidade estabelecida, e em seguida vendendo. Por esse tipo de investimento ser de maior risco é necessário que o investidor se aprofunde nos conhecimentos específicos da área.

Para se especializar na área, atualmente existem cursos que podem oferecer uma boa bagagem de conhecimento para o investidor iniciante. Assim como, existem também os jogos de simulação da folhainvest e da uol investimentos onde o iniciante pode aprender na prática simulando investimentos, e de acordo com que for adquirindo confiança, pode operar no mercado real sem correr os riscos de principiante.

Para começar operar na bolsa de valores, é necessário abrir uma conta numa corretora de ações, transferir o dinheiro, analisar as empresas e enviar ordens de compra das ações desejadas na plataforma (Homebroker) da corretora. Em relação aos pequenos investidores, é importante comparar a taxa de corretagem das operações cobrada pelas corretoras para que este custo não influencie negativamente na rentabilidade das operações realizadas. Sendo importante lembrar que valores auferidos durante o ano devem ser informados na declaração de ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Tendo em vista o quanto é importante à dedicação aos estudos para investir no mercado de ações, a equipe da Inovatti – Escola de Investimentos está a disposição para poder aconselhar e indicar o melhores cursos de acordo com o perfil de cada investidor.

 

Postado por  Marcelo Gomes.